HOME     INSTITUCIONAL     ESPORTES     LAZER     EVENTOS     FIQUE POR DENTRO     CONTATO
     
 
 


.
   COMUNICADO AOS ASSOCIADOS


“Retomada das Mensalidades normais”

Caros Associados, com a desvinculação do município de Ipatinga do Minas Consciente, pelo decreto 9.572, de 22 de janeiro de 2021, e com a retomada das atividades do clube, foi consensado que:

Considerando:

a. A queda de caixa (financeiro) do clube, em função dos descontos concedidos da ordem de 25% da mensalidade;

b. Perda de receita, dos eventos no salão de festas desde meados de março de 2020, o que leva a uma grande queda na arrecadação da entidade, da ordem de R$450.000,00 (projeção até dezembro de 2021), sabendo que esta arrecadação é responsável por cerca de 15 a 20% de abatimento na mensalidade e cuja retomada ainda está sem data prevista;

c. Reajuste de agosto de 2020, adiado para setembro de 2021;

d. A retomada das manutenções no clube e dos compromissos das obras e projetos;

Resolvem:

1. Que o clube absorverá o débito no caixa referente às perdas de arrecadação do salão, não repassando estes custos aos associados, e continuará arcando com o abatimento na mensalidade, dos eventos do salão, mesmo com o CANCELAMENTO, dos eventos, e imprevisibilidade da retomada;

2. Que o clube, retomará as cobranças normais das mensalidades no valor de R$179,00, do período anterior à pandemia, a partir deste mês de AGOSTO (boleto de agosto) de 2021;

3. Que o reajuste a ser efetuado na mensalidade de agosto de 2021 (data base do clube), será reajustado em SETEMBRO de 2021, (boleto de setembro), cumulativamente a todo o período, desde agosto de 2019, com índice previsto de 13,56%, conforme variação ponderada dos salários, agua, energia, gás, componentes químicos para piscina, gramados e jardins e materiais de limpeza;

4. Que o reajuste da taxa de obras, para darmos continuidade aos nossos projetos de melhoria, conforme INCC-DI (Indice Nacional de Custo da Construção), no período acima definido, será reajustado em SETEMBRO de 2021, (boleto de setembro), com índice previsto de 20,18%, sobre a taxa de obras, R$43,00;

5. Que o clube, conforme Comunicado 200418, aos associados, de 18 de abril de 2020, extraído abaixo:
“Prevendo situações de particular dificuldade financeira que naturalmente alguns associados terão, não incidirá de imediato o Art.18º do Estatuto Social (resumido abaixo), sendo estendido a carência enquanto perdurar a ‘paralisação das atividades e por mais 3 (três) meses’ após o retorno das atividades, para que só assim incida as disposições do Art.22º.h. O ‘débito’ apurado após o fim do ‘período de carência’ será diluído em até 12 meses, iniciando-se, do requerimento de quitação do associado (negociação, caso a caso) ou em caso de omissão automaticamente, na quarta mensalidade após o retorno das atividades, sem juros, multas ou correções monetárias”;
Iniciará a cobrança dos ‘débitos’, (dos associados que estavam impossibilitados de quitar seus débitos), a partir da mensalidade de NOVEMBRO (boleto de novembro), conforme “Termo de Compromisso de Divida”, para os associados que comprovarem dificuldade financeira, as parcelas poderão ser negociadas, mediante agendamento de reunião com a diretoria financeira;

6. Que todas as pessoas em débito, devem comparecer à secretaria no período de 19 de julho a 31 de setembro de 2021, para a assinatura do “Termo de Compromisso de Divida”, as pessoas que não comparecerem será cobrado automaticamente o débito em 12x;

7. Que os artigos 18º, 19º, e 22º, previstos no Estatuto Clube, voltam a vigorar a partir de outubro de 2021;

8. Que todas as festividades promovidas pelo Clube Morro do Pilar, somente serão retomadas após 8 (oito) semanas consecutivas, tendo como parâmetro, a ‘onda verde’ do Minas Consciente;


Estatuto (Resumo) – Clube Morro do Pilar

Art.18º - Além da obrigação de estarem quites com a tesouraria do Clube, os ASSOCIADOS e seus dependentes têm o dever de cumprir e fazer cumprir este Estatuto, o Regimento Interno, regulamentações, e procedimentos e as decisões da Diretoria.
§ 1º - O associado que atrasar o pagamento das mensalidades estará sujeito às penalidades definidas no Art.19° § 2º, e Art. 22º h.

Art.19º - Os Associados que infringirem este Estatuto, serão passíveis das seguintes penalidades, não necessariamente em escala de precedência:
a) Advertência por escrito.
b) Suspensão.
c) Exclusão.
§ 2º - Os associados e dependentes serão automaticamente suspensos do quadro social do Clube por inadimplência decorrente da falta de pagamento da mensalidade e taxa de manutenção, por 3 (três) meses consecutivos ou 6 (seis) meses alternados, esta especificamente, será revogada mediante a quitação total dos débitos (incluindo os meses em que o associado se encontra suspenso). O associado após advertência escrita terá 30 dias corridos para quitação dos débitos (conforme regimento interno); transcorrido este período, caso não regularize a pendência, o mesmo estará sujeito ao Art. 22º, h.

Art. 22º - É passível de exclusão, as faltas de natureza grave abaixo descritas, por decisão da Diretoria e registrado em ata de reunião, o Associado que:
h) Inadimplência no pagamento das mensalidades e suas taxas, após advertência, conforme Art.19° § 2º.


A Diretoria

Ipatinga, 21 de junho, de 2021